Espalhe disponibiliza enciclopédia sobre marketing de guerrilha

A agência Espalhe aparentemente deu um tiro no pé ao dividir com todo mundo, inclusive com a concorrência, sua compilação de informações sobre marketing de guerrilha e boca-a-boca. O nome do projeto é Guerrilhapedia.

Não sei há quanto tempo ele está no ar. Só fiquei sabendo hoje via Twitter porque incluiram um verbete sobre o Conectado e outro sobre mim.

Agora qualquer pessoa pode conhecer glossário, ferramentas, bibliografia, entre outros dados estratégicos desse campo de atuação. Será que eles ficaram loucos?

No post anterior, mencionei como a informação (broadcast) que era um serviço escasso há dez anos, agora é abundante. Hoje você não discursa, participa da conversa. Então, acompanhem o raciocínio:

1) Qualquer pessoa com o mínimo de familiaridade com mecanismos de busca na Web conseguiria, tendo tempo disponível, reunir as informações que aparecem na Guerilhapedia - tanto que há links para a maioria do conteúdo. Com uma visita inicial à Wikipedia em inglês a pessoa já faz a farra - aqui o verbete Guerilla Marketing.

2) Ao criar uma página Wiki para juntar informação, a empresa oferece aos próprios funcionários um ambiente para pesquisa e para compartilhamento de informações e experiências. Faz sentido acessar na hora, por exemplo, de montar um projeto, e faz mais sentido ainda documentar resultados, na medida em que essa é uma maneira de demonstrar rendimento e participação. Mas eles poderiam ter feito isso em um servidor interno, não?

3) Ao abrir a informação e ao fazer isso antes de todo mundo, você têm mais chances de se tornar a referência no assunto. Provavelmente este site será divulgado entre estudantes de marketing e publicidade e haverá a possibilidade de, em retribuição, algumas dessas pessoas acrescentarem ou editarem os verbetes.

4) Ao circular, o site será citado, aumentando sua visibilidade dentro do Google. Isso quer dizer que mais e mais as pessoas que buscarem palavras-chave como marketing de guerrilha e boca-a-boca serão direcionadas para a Guerrilhapedia e consequentemente para a Espalhe, que é a dona do projeto.

5) Isso sem contar no benefício de ser referência no assunto. As pessoas de outras agências eventualmente consultarão a Guerrilhapedia, porque é um serviço útil, e estarão mais propensas a considerar a Espalhe para realizar ações dessa natureza.

Esqueci alguma coisa?

Ah, só uma. Sugiro que a Espalhe registre esse domínio porque, além de ser um nome legal e facilitar o acesso, outra pessoa poderá fazer uma ação guerrilheira e sequestrar essa idéia. ;-)




Comments

Bom exemplo de "remix colaborativo", não é?
Um amigo me indicou seu blog outro dia e desde então venho acompanhando diariamente seus textos e os insights que você compartilha aqui. Obrigado e parabéns pelo excelente trabalho.
Abraço!

Iniciativa interessante, uma vez que parece que a Espalhe caminha a frente em Marketing de Guerrilha, portanto, as informações que disponibilizam, mesmo que sejam utilizadas como referência, já foram absorvidas e aplicadas, o que a concorrência fizer, é baseado no que já foi feito.

Gostei. =)

Olá Lunaé, infelizmente nao tenho conseguido publicar diariamente como gostaria, mas obrigado pelo feedback e vamos manter contato. Abraços!

daniel, é isso ai!

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Allowed HTML tags: <a> <em> <strong> <cite> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Lines and paragraphs break automatically.

More information about formatting options