Crowdsourcing para comprar o "hackermovel" e disseminar transparência

Continuo me surpreendendo com a vitalidade e a disposição da turma ligada ao projeto Transparência Hacker.

Vejo com admiração como esse projeto aproxima pessoas interessadas em contribuir com uma causa pública. No caso: criar maneiras de processar dados governamentais para a população ter recursos melhores para entender e fiscalizar os gastos e ações dos representantes públicos.

O que eles querem fazer agora é nada menos do que comprar um ônibus usado com o objetivo de transformá-lo em uma estação de trabalho móvel.

Esse equipamento permitirá que eles se desloquem para locais de atividades planejadas e também que desenvolvam ações junto com as comunidades que estiverem na rota.

Dou as boas vindas a esse sonho e a esses sonhadores, ao desejo que eles tem de fazer a parte deles, de dar o exemplo e assim atrair mais pessoas para a causa.

Já imagino ou pressinto as histórias, aventuras e emoções que esse laboratório móvel trará aos que participarem de suas andanças Brasil a fora e a dentro - como diz a Marina.

Desejo que eles consigam o dinheiro, inclusive de empresas interessadas em patrocinar a iniciativa - pode?

E desejo também e inclusive que esse projeto continue aproximando pessoas com perfil menos técnico, seguindo o movimento de popularização da cultura Hacker.

É importante ter quem faça o código, mas ativistas não-programadores são fundamentais para ajudar a construir o meio de campo entre a ideia e sua materialização e apresentação para o mundo.