Memórias & reflexões sobre o BlogCamp

Este final de semana foi de BlogCamp, a desconferência que serve para a gente trocar idéias presencialmente e também expandir a rede de relacionamento. É sempre bom deixar de ser ilha ocasionamente e estar cercado por pessoas que têm percepções parecidas em relação aos desafios e oportunidades dessa nova infraestrutura de comunicação. Na correria para deixar a experiência registrada, vou colocar uma série de observações a seguir, em um mesmo post, que poderiam e talvez devessem aparecer em posts menores. Pelo menos a informação começa a circular.




O poder das multidões no site Digg!

A segunda notícia mais popular do site de notícias tecnológicas Digg! este mês diz: Faz quase três meses e o sistema de comentários continua tão horrível quando no dia que ele apareceu em 21 de junho. Tem defeitos, é lento, feio e chato pra caramba de se ler. É razoavelmente difícil de se acompanhar uma conversa. Digg pode fazer melhor. Vote nesta história se você quer que o sistema de comentários seja mudado. Leia o post original aqui.

Não é a primeira vez que aparecem conflitos de interesse entre administradores e usuários nesse site. Em maio deste ano aconteceu o evento que ficou conhecido como o Digg Revolt. Em abril começaram a aparecer posts contendo uma sequência de números que supostamente serviriam para se burlar o sistema anti-pirataria dos novos HD-DVD. Atendendo a uma notificação legal, os administradores do site passaram a remover os posts e a fechar as contas dos usuários que insistiam em republicar o conteúdo. Mas a comunidade se rebelou e as páginas ficaram repletas de mensagens contendo o tal número. Os executivos do Digg! acabaram pedindo desculpas e acatando a vontade da maioria.




O que muda nos espaços públicos online - uma palestra para avestruzes

Tive o privilégio de assistir hoje uma palestra com danah boyd. Graças à internet - aqui. Quem não quiser gastar uns 45 minutos, pode ler o resumo que eu fiz em português, da apresentação dessa especialista em sites de network social em uma universidade australiana.

Devo esclarecer aos leitores que este texto, na verdade, é um remix elaborado de acordo com as minhas limitações de tempo e de memória, e também a partir da minha filtragem determinada pelos assuntos que me chamam mais a atenção. Se alguém quiser ajudar apontando erros de digitação ou redação, é só usar a área de comentários.




Mercenários vs. Piratas na batalha pela distribuição de conteúdo na Web

Muitas empresas proibem ou impedem tecnicamente que seus funcionários acessem sites com YouTube, para combater a dispersão durante as horas de trabalho. Mas começam a aparecer empresas que pagam para quem quiser passar o dia assistindo videos pela internet. A pegadinha é o objetivo: encontrar conteúdo pirateado e pedir que ele seja retirado do ar.




A sofisticação do texto de um email falso

Fiquei impressionado com email que acabo de receber. A suposta remetente se chama Jussara Fonseca e o endereço do email que aparece na mensagem faz referência à USP - ou seja, a remetente seria estudante de uma universidade conhecida nacionalmente. O texto fala de uma festa onde os convidados ficaram bêbados e acabou rolando um "ensaio sensual" na piscina. Deu no Link desta semana que no Brasil estão 8% das máquinas dominadas pelas redes zumbis no mundo, o que nos coloca entre os dez países com mais PCs invadidos no mundo. É uma indústria.




É difícil definir quem é amigo em sites de network social

Se ao invés de um livro eu pudesse levar apenas um blog para servir de companhia em uma ilha profissional, haveria uma grande possibilidade de que o meu escolhido fosse o apophenia, da especialista em sites de network social dana boyd. Ela está ao mesmo tempo dentro da academia e imersa na tecnologia como usuária das coisas novas e relevantes que aparecem.

Esses dias ela publicou um post refletindo sobre as dificuldades dela classificar quem são seus "amigos" em sites de network social - como MySpace, Facebook, Twitter, aqui no Brasil o nosso Orkut. Segue uma seleção das passagens que eu considerei mais interessantes, acompanhadas ocasionalmente de comentários.




Palestra do Ricardo Cavallini em SP

Há uns três anos, minha amiga Gabriela Dias me falou sobre o Ricardo Cavallini, com quem ela havia trabalhado na Globo.com. O Cavallini estava lançando o A Arte de Desperdiçar Energia, um registro de sua experiência desenvolvendo e dando manutenção ao Boa Bronha, o site pornô que se tornou rapidamente o mais popular da Web brasileira. Além de relevante, educativo e bem escrito, esse livro tem partes engraçadíssimas. E estou falando sobre isso porque o Cavallini publicou outro livro há dois anos e amanhã, terça, às 21h, ele fará uma apresentação aberta sobre esse último trabalho na Faculdade Cásper Líbero, aqui em São Paulo. No blog, ele se oferece para colocar para dentro quem quiser assistir. É só mandar um email. Eu vou logo na sequência do lançamento do Hipertexto, Hipermídia, às 19:30h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.




Notou a diferença?

Mais uma vez graças à participação do André Avório, este blog está chegando perto do que foi planejado para ser. Os primeiros visitantes devem ter notado algumas diferenças desde que ele foi inaugurado em julho. A principal mudança foi permitir que o layout se adapte ao monitor do usuário, expandindo-se ou contraindo-se segundo a situação.




O livro está saindo e o blog, quase pronto

Conectado sai da gráfica na terça da semana que vem, dia 21, e logo começará a aparecer nas livrarias. Como o endereço deste site está na quarta-capa e também na introdução, algumas pessoas deverão acessá-lo para ver do que se trata, saber um pouco mais sobre o produto, sobre o autor.




Amadores ou profissionais - quem controla a internet?

Me surpreendi - como outras pessoas - com o comercial da agência Talent para anunciar o novo portal do Estadão. Desqualificar a blogosfera pareceu um golpe baixo que à primeira vista demonstra o rancor que a descentralização do acesso à mídia provocou nos ex-controladores da comunicação em massa. Está dando prejuízo, precisa se reinventar. Mas, pessoalmente, achei a polêmica oportuna na medida em que o lançamento do Conectado acontecerá junto com um debate cujo tema é: Amadores e profissionais - Quem controla a internet?, com a participação do Luli Radfahrer (ECA) e do jornalista e blogueiro Alexandre Matias (Link).




Syndicate content