Mais sobre procedimentos para participar da Wikipedia

Um post mais antigo sobre as regras e problemas relacionados a publicacao de textos na Wikipedia trouxe um novo comentario-reclamacao, o que estimulou o Ale, um representante da comunidade de editores da Wikipedia, a dar uma resposta atenciosa e informativa. Segue:

Comentario: Eu concordo com todos que estão indignados contra os administradores da Wikipedia, que se comportam não como administradores, mas como donos. Lá nos textos de orientação se fala em colaborar com o conhecimento, ser audaz na redação, não ter medo de postar nem de errar.Isso tudo é pura mentira. Eu acreditei na proposta e tentei colocar um artigo sobre um escritor de uma cidadezinha do interior de SP. Esta pessoa tem 7 cursos superiores e já publicou 5 livros, mais inúmeros artigos publicados em jornais do interior de SP. Mas para os administradores, não é relevante, não há fontes confiáveis, nada serve para provar a veracidade. Pode não ser relevante para eles, mas para a cidadezinha, é! Estou indignada e desistindo de COLABORAR com a Wikipedia.

Resposta: Fernanda, quando for reclamar de um caso assim, aproveite sempre para compartilhar o nome específico do artigo. Gente de bem que contribui da Wikipédia sempre fica curiosa para ver os detalhes do que você está contando.

Contudo, entenda que a Wikipédia não é uma coletânea, nem uma etnografia, nem um livro de história, é uma enciclopédia. Isso também está nos mesmos textos que falam sobre compartilhar conhecimento, ser audaz e não ter medo de errar. As definições detalhadas do que entra e o que não entra encontram-se juntas àqueles.

Essas definições estão abertas a discussão, mas precisam ser discutidas antes de serem alteradas, pois assim foram anteriormente e entendeu-se haver boas razões para serem como são. A Wikipédia é um espaço comum, o que significa que ninguém tem o direito de alterar um procedimento sem discutir e obter o amplo consenso da comunidade.

Ter curso superior, publicar livro e artigo em jornal não garante, pela documentação da própria Wikipédia, ter um artigo próprio.

Há motivos bons para isso, motivos cuja importância muitos consideram que vem apenas se confirmando nos agora 10 anos de existência do projeto.

Por exemplo, exclusivamente pelo critério "ter mais de um curso superior, mais de um livro publicado e mais de um artigo publicado em jornal", - e já estou dispensando restrições como "circulação estadual ou nacional" para incluir seu conterrâneo - teríamos de aceitar vários milhares de biografias na enciclopédia que não teriam sentido algum. Só para começar, praticamente todo professor universitário brasileiro teria um artigo na Wikipédia, mais boa parte dos jornalistas, e boa parte dos brasileiros que fizeram mestrado ou doutorado, o que, pelo menos ao meu ver, não tem o menor cabimento.

Por outro lado, pode até ser que seu escritor seja passível de inclusão no projeto atualmente, mas não pelas razões que você apresenta aqui. E, num espaço público, contam apenas os argumentos cabíveis ao processo, que creio foram sugeridos para você nas respostas dos editores, mesmo que talvez não tão gentilmente quanto você gostaria - o que não sei pois não vi. É um aprendizado, decerto.

Por último, os administradores não mandam em nada, quem sugere o artigo para eliminação não precisa ser administrador e para votar para o artigo ser eliminado ou não, também não requer ser administrador. As pessoas tem essa ideia equivocada de que os administradores tem qualquer autoridade excepcional. Eles apenas tem mais experiência e estão mais presentes nas discussões por em geral serem mais dedicados ao projeto, mas qualquer um pode sugerir uma eliminação e qualquer um com um nível de participação mínimo (300 edições em artigos) pode votar contra ou a favor - e cada voto conta igual. E todos são livres para argumentar e tentar convencer os demais, mesmo os que não votam e os anônimos.

Agora, que há na comunidade pessoas de pouca educação e até brutamontes é inegável.

Mas não misture problemas de indivíduos com os procedimentos que fazem a enciclopédia manter-se útil.

Se não, não conseguiremos corrigir uns e nem aprimorar os outros.

Abraço,