Warning: Table './db186965_naozero/watchdog' is marked as crashed and should be repaired query: INSERT INTO watchdog (uid, type, message, variables, severity, link, location, referer, hostname, timestamp) VALUES (0, 'php', '%message in %file on line %line.', 'a:4:{s:6:\"%error\";s:7:\"warning\";s:8:\"%message\";s:40:\"Creating default object from empty value\";s:5:\"%file\";s:93:\"/nfs/c06/h04/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc\";s:5:\"%line\";i:33;}', 3, '', 'http://naozero.com.br/taxonomy/term/23', '', '54.225.26.44', 1540289810) in /nfs/c06/h04/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/includes/database.mysql.inc on line 135
marketing | Não Zero

marketing

warning: Creating default object from empty value in /nfs/c06/h04/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc on line 33.

Para continuar empregado depois de amanhã

O Marketing Depois de Amanhã, do Ricardo Cavallini, primeiro saiu impresso. A edição esgotou e ele preferiu comprar de volta os direitos da editora e disponibilizar o livro online grátis.

É um livro bem escrito, instrutivo, acessível a qualquer leitor, e que foi revisado pelo autor para esta nova edição. É uma introdução consistente sobre o marketing no futuro, mas o futuro que já começou, que está embrionário.

Quem quiser estar bem empregado daqui a cinco anos tem, pelo Cavallini, a chance de escolher em que se especializar.

Aqui tem uma sinopse e a sequência dos capítulos é: 1·Presente; 2·Privacidade; 3·TV; 4·Advergaming; 5·Mobile; 6·Um mundo conectado; 7·Novos displays; 8·Novas formas de pagamento; 9·Computação Ubíqua; 10·Possibilidades

Daqui a um tempo quero saber do Cavallini como foi a receptividade porque, ao mesmo tempo em que o livro está disponível grátis, o leitor que quiser ter a cópia, terá que imprimir e encadernar. Além disso, a divulgação deverá acontecer principalmente boca-a-boca.

Tomara que o resultado incentive o mercado editorial brasileiro a experimentar possibilidades de lançamento online, especialmente de venda do PDF ou de publicação paralela à disponibilização do arquivo, como foram The Wealth of Networks, We the Media e Getting Real.




Como não fazer marketing por email - caso Fnac

Odeio quando as empresas começam a te mandar spam depois que voce faz uma compra. Esse spam nao tem nada a ver com o que voce comprou e ainda por cima elas dificultam na hora de cancelar o envio.

Comprei meu computador no começo desse ano pela Fnac. Por default eu desmarco todos os campos para recebimento por email de "promoções".

Daí, resta duas possibilidades: eu não vi e deixei passar ou eles não perguntam e já partem do principio que voce quer ser bombardeado com as mais diversas promoções.




Espalhe disponibiliza enciclopédia sobre marketing de guerrilha

A agência Espalhe aparentemente deu um tiro no pé ao dividir com todo mundo, inclusive com a concorrência, sua compilação de informações sobre marketing de guerrilha e boca-a-boca. O nome do projeto é Guerrilhapedia.

Não sei há quanto tempo ele está no ar. Só fiquei sabendo hoje via Twitter porque incluiram um verbete sobre o Conectado e outro sobre mim.

Agora qualquer pessoa pode conhecer glossário, ferramentas, bibliografia, entre outros dados estratégicos desse campo de atuação. Será que eles ficaram loucos?




DVD de Tropa de Elite libera arquivo MP4 do filme

Esta última quarta-feira, 27, chegou às locadoras aqui de SP o DVD oficial do filme Tropa de Elite. E eu, por acaso, passei por uma e decidi alugar para fazer uma sessão para amigos no fim de semana.

Fenômeno entre marreteiros, ganhou quatro "continuações" antes mesmo de entrar em cartaz. Só não comprou a versão pirata quem não quis. Também sucesso de bilheteria. Agora ele provavelmente sumirá das prateleiras das locadoras nos próximos dias, até saciar a curiosidade de quem ainda não viu e também daqueles que pretendem rever com direito a pausa e repeteco.

OK, o que mais esperar desse consumidor que teve tantas oportunidades de assistir o filme? É para ele, depois de alugar, comprar o DVD? Bom senso: quem for fazer isso, vai fazer por vontade, para ter em casa o "original" e mesmo para prestigiar os realizadores. Não por escassez.

Ao invés de assumir uma postura hipócrita e contra-producente em relação à realidade da tecnologia de reprodução e transferência da informação digital, os responsáveis pelo filme facilitaram a vida de quem ainda quer ter uma cópia da história do Capitão Nascimento. Nada de baixar e instalar programas para ripar o disco. Para ter o filme, basta copiar o arquivo MP4 integral que vem junto com o DVD. Cortesia dos realizadores.

É a melhor imagem? Não, mas o que você espera ocupando menos de meio giga?

Depois de tanta exposição, é vantagem que o filme seja distribuído socialmente, que ele seja assistido e comentado, porque o que tinha para render de lucro, já entrou. Pedir mais seria mesquinharia.

Não sei se isso já aconteceu outras vezes, do próprio DVD do filme oferecer ao locatário o arquivo do mesmo material em formato amigável para computador. Eu nunca ouvi falar, pelo menos aqui no Brasil acho que é novidade. Mais uma atitude que mostra que o sucesso do Tropa de Elite não aconteceu à toa ou por acaso.




Por que Nescau 2.0?

Nova embalagemSerá que os criadores do novo Nescau se inspiraram no termo Web 2.0? Pesquisei rapidamente na rede e não encontrei menção a uma campanha que envolva internet e colaboração. Isso vai ao encontro do que dizem os críticos do termo: 2.0 é um sinônimo vago de inovação. Serve para gerar buzz, não para promover os valores relacionados ao open.

PS. não estou linkando para o verbete em português porque ele está desatualizado, fala apenas de software, não diz que "Open source is a set of principles and practices that promote access to the design and production of goods and knowledge".




A sofisticação do texto de um email falso

Fiquei impressionado com email que acabo de receber. A suposta remetente se chama Jussara Fonseca e o endereço do email que aparece na mensagem faz referência à USP - ou seja, a remetente seria estudante de uma universidade conhecida nacionalmente. O texto fala de uma festa onde os convidados ficaram bêbados e acabou rolando um "ensaio sensual" na piscina. Deu no Link desta semana que no Brasil estão 8% das máquinas dominadas pelas redes zumbis no mundo, o que nos coloca entre os dez países com mais PCs invadidos no mundo. É uma indústria.




Palestra do Ricardo Cavallini em SP

Há uns três anos, minha amiga Gabriela Dias me falou sobre o Ricardo Cavallini, com quem ela havia trabalhado na Globo.com. O Cavallini estava lançando o A Arte de Desperdiçar Energia, um registro de sua experiência desenvolvendo e dando manutenção ao Boa Bronha, o site pornô que se tornou rapidamente o mais popular da Web brasileira. Além de relevante, educativo e bem escrito, esse livro tem partes engraçadíssimas. E estou falando sobre isso porque o Cavallini publicou outro livro há dois anos e amanhã, terça, às 21h, ele fará uma apresentação aberta sobre esse último trabalho na Faculdade Cásper Líbero, aqui em São Paulo. No blog, ele se oferece para colocar para dentro quem quiser assistir. É só mandar um email. Eu vou logo na sequência do lançamento do Hipertexto, Hipermídia, às 19:30h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.




Syndicate content