Warning: Table './db186965_naozero/watchdog' is marked as crashed and should be repaired query: INSERT INTO watchdog (uid, type, message, variables, severity, link, location, referer, hostname, timestamp) VALUES (0, 'php', '%message in %file on line %line.', 'a:4:{s:6:\"%error\";s:7:\"warning\";s:8:\"%message\";s:40:\"Creating default object from empty value\";s:5:\"%file\";s:93:\"/nfs/c06/h04/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc\";s:5:\"%line\";i:33;}', 3, '', 'http://naozero.com.br/taxonomy/term/230', '', '54.162.105.241', 1508804778) in /nfs/c06/h04/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/includes/database.mysql.inc on line 135
Knowtec | Não Zero

Knowtec

warning: Creating default object from empty value in /nfs/c06/h04/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc on line 33.

Justo quando eu tenho tudo para blogar muito, preciso reduzir o ímpeto

Desde 1996 eu batalho para ter um emprego para fazer o que eu faço hoje.

Finalmente esse emprego apareceu. A única coisa que eu me ocupo do momento que entro no escritório até sair é pensar em internet social, conteúdo gerado por usuário, essas coisas.

E justo quando isso acontece, quase parei de blogar.




Alô, blogosfera!

Deixa eu fazer um esclarecimento: este não é um anúncio de emprego. Ou não é apenas isso. A Knowtec está abrindo um escritório aqui em São Paulo com foco em mídias sociais. E para isso estamos montando uma equipe. (Aqui o link pra convocação.)

Mas não existe apenas uma vaga aberta e o perfil do candidato não está definido. O importante é a pessoa se sentir em casa navegado na Rede, garimpando informação, conversando com pessoas em blogs, listas de discussão, Twitter, comunidades.

Queremos, na verdade, conhecer blogueiros do dia a dia, gente que não considera o blogar uma atividade profissional. Não importa o assunto e nem o número de pessoas que acessam o blog.

Muitas coisas podem sair disso, desde frilas a contratação, a parcerias, a convites para eventos, a trocas da idéias, a consultas. E para encontrar as possibilidades de colaboração, a gente precisa se conhecer.

O importante é que estar perto de pessoas que tenham entendido que a comunicação já não é uma pessoa segurando um megafone, mas uma grande mesa de conversa onde as pessoas se encontram por afinidade e compartilham informações de interesse comum.

ps. Se você ficou em dúvida se este post é pra você, provavelmente ele é.




Tempestade boa: novos desafios à vista

Dizem que o silêncio prenuncia a tempestade. Neste caso, será uma tempestade boa. A partir de hoje comecei a trabalhar na Knowtec.com, levando para a empresa meus dez anos de curiosidade e fascínio pela internet, sobretudo pelas oportunidades da comunicação aberta e de muitos para muitos.

Nosso namoro foi à moda antiga: começou com flertes e trocas de mensagens, evoluiu para telefonemas, passamos pelo primeiro encontro, a coisa ficou séria e no começo desta semana passei dois dias de imersão, conhecendo a equipe e observando as nossas compatibilidades. Ontem mesmo recebi e aceitei a proposta para me incorporar ao time.

(A título de registro: eu presto muita atenção em coincidências ou sincronicidades, ou seja, quando histórias aparentemente desvinculadas se cruzam. De dois meses para cá, vários desses eventos aconteceram, fazendo a Knowtec aparecer no meu caminho.)

A empresa começou em Floripa e há pouco tempo abriu escritório em Brasília. Inteligência competitiva e comunicação digital são os focos de ação. E junto com a Knowtec, funciona também o IEA oferecendo soluções e programas de ensino à distância.

Eu já tinha percebido pelo site que a empresa tem uma proposta diferencia em relação à internet. Existe uma preocupação que o cliente entenda o que está comprando e também em fazer direito. Isso aparece principalmente no ambiente de trabalho, ao mesmo tempo competente e acolhedor, sem medo - ao contrário - curioso pela novidade, consciente de que esse é o caminho para se diferenciar no mercado.

(Exemplo: não existe força de venda, quem faz o produto e entende do assunto é quem o apresenta.)

E mais: quantas pessoas trabalham em um escritório que tem um estúdio de som profissional (vários músicos nas equipes), além de sala de sinuca e WII para descontrair?!

O mais bacana é a perspectiva de aprender, de crescer profissionalmente, me envolvendo com áreas novas para mim de inteligência competitiva e ensino à distância. Especialmente quando as duas coisas têm muitas interfaces para se relacionar comunidades e colaboração.

Já temos desafios à vista e na medida em que as coisas forem acontecendo, fatalmente haverá experiências e estudos de caso para registrar no blog. Diretamente do forno.




Syndicate content