Warning: Table './db186965_naozero/watchdog' is marked as crashed and should be repaired query: INSERT INTO watchdog (uid, type, message, variables, severity, link, location, referer, hostname, timestamp) VALUES (0, 'php', '%message in %file on line %line.', 'a:4:{s:6:\"%error\";s:7:\"warning\";s:8:\"%message\";s:40:\"Creating default object from empty value\";s:5:\"%file\";s:93:\"/nfs/c06/h05/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc\";s:5:\"%line\";i:33;}', 3, '', 'http://naozero.com.br/taxonomy/term/231', '', '23.20.183.212', 1495543774) in /nfs/c06/h05/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/includes/database.mysql.inc on line 135
case | Não Zero

case

warning: Creating default object from empty value in /nfs/c06/h05/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc on line 33.

Como matar o intermediário: um estudo de caso sobre auto-publicação

Um dia ele criou um blog porque se sentia sozinho em um país estrangeiro.

Com o tempo, o blog se tornou popular e começaram a aparecer convites para publicar nos meios tradicionais.

Essa oportunidade implicou em limitar o acesso do conteúdo dele a "mercados", dificultando ou inviabilizando o acesso a quem não era atendido pelas estruturas de distribuição.

Um dia, ele cansou e, em 1400 palavras, mandou passear os principais jornais da Espanha, do México e da Argentina. E resolveu abrir uma editora.

Ele se propôs a fazer uma revista trimestral, sem nenhuma publicidade, com duzentas páginas, apenas com a participação das pessoas que ele gostava de ler.

De cara, teve dez mil pré-assinantes. Detalhe: a revista é disponibilizada online, grátis.

Vale a pena conhecer esta história:

Comentários



Case de voluntariado: grupo se reúne quinzenalmente para conversar com moradores de rua

Este post e o anterior fazem parte da ação Dia do Voluntariado.

Vou escrever sobre um grupo voluntário que se formou e atua de forma independente, sem estar vinculado a instituições.

Vou falar sobre eles não para promove-los para potenciais voluntários, mas para mostrar que não existe oportunidade ideal para atuar. Só depende de querer.

Esse grupo que vou integrar tem oito pessoas e surgiu a partir da amizade formada entre eles dentro do movimento espírita.

Eles atuam há quase cinco anos e de forma autônoma. Também não têm um líder: se falam e dividem entre si as responsabilidades pelo trabalho.

O objetivo do grupo é conversar amigavelmente com moradores de rua. E eles levam consigo um lanche para ter o pretexto para a aproximação.

Utilizam o livro Minutos de Sabedoria [download PDF], porque não tem vínculação religiosa. Para os que aceitam, eles lêem uma página à escolha deles e fazem juntos um pai Nosso.

Eles saem de 15 em 15 dias.

No inverno, entregam, além do lanche, cobertores, agasalhos e meias.

Em dezembro, habitualmente, eles passam algumas horas com os moradores de rua, na véspera de Natal, dia 24.

E fazem também um lanche diferente nessa data, caprichado com docinhos e coisas desse tipo.

Poderei contar mais quando tiver feito a primeira incursão junto com eles.

Comentários



O que é criatividade para mim - o case do Minimix, o DJ marionete

Eu estava caminhando esses dias pelas ruas do Soho e dei de cara com a apresentação desse artista.

Fiquei tão fascinado pelo conceito e pela execução, que investi algumas horas para tentar melhorar o registro em vídeo que eu fiz na hora, sem tripé, gente passando, etc. O resultado não ficou mal.

Só quis poder compartilhar com quem se interessar essa experiencia explícita de encontro com a criatividade.

Todas as partes do que você vai ver já existiam - a ideia da marionete, do DJ, etc -, mas o produto final, a reunião dessas partes e a construção da linguagem corporal do boneco - isso é único. E é isso que produz a fascinação.

Comentários



Graças ao apagão, a esposa do @Interney entendeu para que serve o Twitter

Abaixo você vai encontrar toda a sequência de mensagens que eu publiquei pelo Twitter ao longo de duas horas, pelo celular, durante o período do apagão.

São Paulo no apagão

O motivo de publicar estas mensagens é documentar / registrar como o serviço foi utilizado nessa situação de crise.

O apagão mostrou para algumas pessoas menos envolvidas com tecnologia que o Twitter é mais do que uma diversão.

O interessante do episódio foi ver que as pessoas preferiram o Twitter a outros canais de comunicação como o rádio - que também vem em muitos aparelhos celulares.

O Twitter serviu para transmitir informação, para amigos se ajudarem, para a troca de dicas relacionadas à situação e também - fundamental - para reduzir a tensão.

A seguir, as mensagens retuitadas. Elas estão em sentido cronológico invertido, ou seja, as mais recentes estão em cima. Vá até o final deste post se quiser acompanhar o passo-a-passo. Vou marcar algumas com negrito.

. A proposito, bateria do N97 guentou 2h de acesso continuo à internet. Mto bom

. Gente, ta voltando, acho q vai ficar tudo bem. Foi bacana ter tido a companhia de @todos. Agora, cama e salvar 1 pouco da bateria

. Aqui tbem RT @MissMoura: Pronto! Bateria só com um pontinho. E agora? #comofaz? :(

. RT @Neto: O Ministro Edson Lobão informou que o abastecimento deve ser normalizado ainda esta noite. (via Folha Online e Agência Estado)

. RT @jeffpaiva: Galere, cuidado ao voltar a luz. Desliguem aparelhos da tomada pra corrente que chega desequilibrada não queimar nada.

. Rá RT @s1mone: Aqui também! RT @lelira: Pronto, começou a orgia no vizinho. #inveja

. RT @menta90: @jasper Aqui na consolação estamos com luz

. RT @Isabelladallas: acessor da itaipu disse que não tem como prever qto demora, mas q termoeletricas podem fornecer a energia por enquanto

. RT @MissMoura: Enquanto vc, publicitário, estará de folga sem luz, os jornalistas vão ter que se virar... Fiz a escolha certa!

. Rá RT @jampa: Não estamos num apagão. Estamos no cérebro do Gilberto Gil durante uma entrevista. (via @leandro_batata)

. I was thinking about that RT @alexdc: @jasper interesting that Brazilians aren't using hashtags to group these tweets #blackout

. RT @Mobilon: @jasper O presidente d Itaipu acabou d anunciar no Globo News. Em até 30 minutos será possível retomar o abastecimento. #apagao

. RT @andreablois: @jasper tudo apagadono rio ainda.

. RT @ahaportugal: aqui no morumbi tbem no escuro. RT @jasper: Aqui em Pinheiros/Pompeia, ainda no escuro #apagao (Gravity) (a min ago)

. RT @ClaudiaCManso: @jasper Zona Norte Sampa continua sem luz tb.

. RT @psouva: @jasper Em são josé dos campos, sp, voltou.

. Aqui em Pinheiros/Pompeia, ainda no escuro #apagao

. T @Helton: E a luz voltoooou galeraaaa #SP

. RT @fugita: RT @advogadaonline: Itaipu nos trending topics. risos. #apagao

. Noticias contraditorias: uns falam q vai durar dias, outros q tá pra voltar. E ficamos na mesma

. RT @Knuttz: Presidente de Itaiú: 2 trechos de uma das linhas já foram reparados, um terceiro (e o último), será reparado em 30 min.

. Lembranças de 11 de setembro. #euestavala

. RT @alexdc: AP mentions possibility of hackers having caused Brazil's blackout tonight. The Associated Press: Brazil's 2 largest cities hit by blackouts

. Hurray! RT @interney: Minha esposa finalmente achou o twitter útil #blackoutfacts :)

. Xi RT @mlemos: aparentemente a Internet começa a capotar por aqui. PING degrading para vários lugares #apagao como tá a coisa ai com vocês?

. RT @Cabianca: Catso: se foi queda na linha de transmissão por conta de ventania, pode demorar 1 a 2 dias #medo #apagao #2012

. OPA! RT @baunilha: voltou a luz aqui no centro de sp

. RT @gabidias: Lembrancas de qdo a vida era mais simples... #apagao

. RT @emiliomoreno: RT @fimdejogo: reporter da cbn diz q está seguindo as informações pelo twitter. Ligação da entrevista caiu

. Eita! RT @adrianosbr: No Jornal da Globo: se for problema nas linhas de transmissão de Furnas, o #apagao pode demorar dias...!

. RT @jlgoldfarb: RT @lilian_ferreira: Três ouvintes da Bandnews dizem ter voltado a luz em Campinas.- como está no rio?

. I guess its because the energy is out ;-) RT @alexdc: @jasper I'm surprised Itaipu's Wikipedia page hasn't been updated yet

. RT @Cabianca: 800 cidades no Brasil sem energia. #apagão

. Hopefully @shirky will write a post on this ;-) RT @alexdc: @jasper This is Brazil's first big Twitter moment ;)

. @alexdc 10M? Sao Paulo city alone has 20M...

. Será que os tecnicos de Itaipú estão trabalhando no escuro?

. @alexdc A lot of us using Twitter to share news and to keep the sense of humor up #thankstwitter #blackout #brazil

. Serio RT @gilgiardelli: #apagão preso em Cumbica! Nunca na história deste pais o aeroporto ficou sem luz!

. RT @Knuttz: Causa do Black Out: Itaipú está *completamente* paralisada, técnicos ainda não sabem o que aconteceu.

. RT @Cabianca: Vixe, #Paraguai sem luz. Pane em Itaipu e o problema é considerado sério, sem previsão de solução. #JornaldaGlobo #apagão

. RT @bilaamorim: Ja voltou em Recife... RT @andrelmaraujo: @bilaamorim já voltou aqui.

. RT @jampa: #ficadica desligue a chave geral da sua casa, porque quando a energia voltar... Aiai (via @trentas) já fiz. Conselho nerd!

. RT @jampa: RT @eduardonasi: manchete da zero hora amanhã: inabalavel, rs resiste a apagão histórico. (via @accsalgueiro)

. RT @ianblack: RT @gusfune: Parece que a luz vai voltar aos poucos pra quem for convidado. Tenho 10 convites! #blackout

. Tipo quem? RT @vanessaruiz: Pessoal, estamos apurando: outros países podem estar sem energia também. Mas muita calma nesta hora. #apagaoabout 10 hours ago from Gravity

. RT @pedrodoria: RT @rmesquita: RT @robertoharaujo: Furnas terminou a migração para o windows 7 :)

. Quanto tempo vai durar o apagao? Façam suas apostas #bolaodoapagao

. RT @Neto: Tem um cara tocando flauta doce aqui perto. Vamos combinar? Ou falta luz, ou o cara toca flauta né gente?

. RT @crisdias: RT @peruka: Meu nome é John Connor e se você está lendo isso, você é a resistência. #terminator

. RT @jampa: Bebendo como se não houvesse amanha

. Atravessando a Rebouças pela Brasil #oquevoceestavafazendoquandoasluzesapagaram

. RT @mariacarol: Alias para quem está feliz por ter internet 3g neste momento: a autonomia das torres não passa muito de duas horas!

. #arrastoes por #sp e #rio. #blackout #cuidado

. RT @vanessaruiz: Arrastão na região do Vale do Anhangabau. Pessoas saindo do terminal Bandeira e indo p o metrô sendo assaltadas.

. Xiiii RT @MissMoura: Arrastão no tunel velho em Botafogo #RJ. Afirma radio taxi

. Esse #apagao tem q render coletaneas de frases. RT @cavallini: Quando acaba a luz, namorado vai transar e casado twittar.

. RT @belcolucci: paraguai também tá sem luz. Deve ter sido itaipu

. RT @vanessaruiz: Apuramos aqui na CBN, c o Ministério de Minas e Energia, q o problema é em RJ e SP. ES acaba de reportar problemas. #apagao

. Rá! RT @jampa: Onde estão as mulheres quando a gente precisa delas?about 11 hours ago from Gravity

. Aqui, só celular RT @miltonjung: Rádio a pilha e internet por celular nos mantém conectados

. Se vc quiser MESMO brincar com essa situação, tenha o cuidado de sinalizar #piada pra ñ confundir e gerar boatoabout 11 hours ago from Gravity

. Pô, e ninguem sabe ainda o que tá acontecendo? #blackout #brazil

. Putz, nao duvido RT @cavallini: Não é blackout, é uma ação de guerrilha da telefonica

. Total, tava pensando nisso RT @fugita: Esse é daquels momentos que o tuíter é extremamente útil. #apagao

. Atençao, perigo. Caiu a luz geral. Eu vi acontecer. Acabo de cruzar Pinheiros e Perdizes. tudo apagado #apagaosp

Comentários



Agora sem as mãos: como um projeto que eu abandonei continua vivo, mais do que nunca

Criei o Viva São Paulo em 2003, na véspera da celebração dos 450 anos da cidade. A idéia era aproveitar a data redonda e o clima propício às recordações para fazer um projeto de história oral online onde a cidade conversasse consigo através das histórias de seus moradores. Graças à participação da rádio Eldorado, que transmitia uma história tirada do site por dia, a ação criou massa crítica e começou a andar sozinha. Passados seis anos, já não tenho mais nenhum envolvimento com o projeto mas a comunidade recusa-se a fechar o site. (Continue lendo.)

Comentários



Liberte o Walt Disney que existe dentro de você

Acabei esbarrando meio sem querer nas últimas semanas com sites relacionados a animação e criação audio-visual. Como são vários, achei que valeria a pena junta-los na mesma página para facilitar o trabalho de quem se interessa pelo assunto.

Seguramente me peguei imaginando o que eu teria feito se isso existisse nos anos de 1970 porque, como muitas crianças, eu adorava desenho animado. Mas o fato de ser uma coisa divertida não significa que não possa servir a propósitos ditos sérios como estudar, aprender ou trabalhar.

Fico pensando se os professores têm idéia de que coisas assim existe e se sim, o que os impediria da levar isso para a sala de aula, pelo menos como uma alternativa, uma possibilidade, um meio para se desenvolver uma tarefa ou trabalho.

Para quem não está na escola mas monta propostas, faz apresentações, coisas assim, eventualmente vale a pena gastar um tempinho experimentando essas possibilidades para chegar produzir coisas novas, originais, que se diferenciem do padrão.

Isso para não falar nas oportunidades de estimular a criança em casa. Pode ser uma atividade bacana para pais e filhos descobrirem juntos.

Gerador de desenho animado (cartoon) - são os melhores!
http://www.doink.com
http://www.kerpoof.com

Gerador de tiras (comics) - outro tipo de experimento, mas também bacana de se experimentar.
http://stripgenerator.com/
http://www.toondoo.com/

Cartões animados - a função é mais de entretenimento, mas também dependem de criatividade.
http://www.storyblender.com
http://www.bubblejoy.com
http://blabberize.com/

Quem conhecer outros, me passa o nome na área de comentários e eu atualizo o post, OK?

Comentários



A diferença entre ser melhor e ser maior: algumas empresas não querem crescer

Será que o caminho natural de uma empresa de sucesso é crescer? A gente tende a achar que sim, mas encontrei este livro cujo autor defende o contrário. Ele foi atrás e descobriu uma série de empresas nos Estados Unidos, atuantes nos mais diversos segmentos, que optaram coinscientemente por não crescer.

Lendo o livro, fez sentido pensar a multinacional como anomalia organizacional sem identidade ou compromisso além de se espalhar movida pelo retorno financeiro, mas existem alternativas a isso. A empresa não precisa ser o contra-ponto da vida, o lugar onde pessoas são peças sobressalentes. (Continua.)

Comentários



Agora, sim, estou levando a internet no bolso - e, mais conectado, estou menos estressado

Aconteceu uma mudança na minha vida. Há aproximadamente uma semana estou usando um tecladinho da Nokia. Ele se comunica com o telefone por Bluetooth.

Estou com a sensação de que o laptop como o conhecemos está se tornando algo do passado. Isso já é - eu considero - o começo da transformação provocada pelo acesso movel à web.

04122008742




Conheça as idéias que nortearam a criação do blog da Ruffles

A Pepsico, empresa responsável pela marca de batatas Ruffle, lançou recentemente um blog para seu público principal, que são adolescentes. A Edelman assina o projeto que se diferencia por não tentar disfarçar uma mensagem publicitária tradicional na ação online.

Os autores do blog foram garimpados em sites de relacionamento como o Orkut por serem comunicativos e hubs de conversas dentro de suas comunidades. É um projeto ousado e relacionado a uma empresa conhecida mundialmente. É feito a base de conversas que não precisam fazer referência ao produto anfitrião - só por isso já merece distinção.

Assim que o projeto foi lançado mandei algumas perguntas para a Thiane Loureiro, da Edelman Digital, que me respondeu no começo deste mês dando informações sobre os bastidores da elaboração do projeto.




Como estimular redes online usando dinâmicas presenciais de conversação - um caso recente

Esqueci de contar. Já faz mais de um mês que já não sou responsável pelo blog da campanha. Meu trabalho, neste momento, tem sido fazer monitoramento da internet e também apoiar as ações para dinamizar a rede K25.

Neste último final de semana realizamos, com a ajuda da inspirada equipe da Papagallis, uma ação com o objetivo de intensificar os relacionamentos dentro da K25.

Foi especial ver os repórteres intrigados com o evento. Como todas aquelas pessoas tinham deixado suas casas num sábado à tarde para se encontrarem com desconhecidos e falar do que elas esperam dos gestores da cidade?!

Do lado dos coordenadores da campanha também havia surpresa. Um deles ia de um ambiente a outro olhando para as mesas e comentava com quem estivesse por perto que ele não conhecia 10% dos presentes. Ou seja: sangue novo.

Mas para mim, a principal medida do sucesso foi observar o comportamento das pessoas quando o prefeito chegou. Ele passou cumprimentando cada mesa mas, ao invés de alvoroço, assim que ele passava, os participantes voltavam às suas discussões, concentradíssios.

Esse foi o gol.




Syndicate content