Warning: Table './db186965_naozero/watchdog' is marked as crashed and should be repaired query: INSERT INTO watchdog (uid, type, message, variables, severity, link, location, referer, hostname, timestamp) VALUES (0, 'php', '%message in %file on line %line.', 'a:4:{s:6:\"%error\";s:7:\"warning\";s:8:\"%message\";s:40:\"Creating default object from empty value\";s:5:\"%file\";s:93:\"/nfs/c06/h05/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc\";s:5:\"%line\";i:33;}', 3, '', 'http://naozero.com.br/taxonomy/term/308', '', '54.224.191.72', 1493067578) in /nfs/c06/h05/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/includes/database.mysql.inc on line 135
boyd | Não Zero

boyd

warning: Creating default object from empty value in /nfs/c06/h05/mnt/186965/domains/naozero.com.br/git/public/modules/taxonomy/taxonomy.pages.inc on line 33.

Entrevista boyd: Uma acadêmica 'doidinha' catalisa a atenção na blogosfera

danah boyd faz parte do mesmo "panteão" de deuses (ou profetas) do novo mundo da comunicação em rede.

são aproximadamente vinte pessoas que ocupam hoje essa posição, entre elas, kevin kelly, chris anderson, clay shirly, talvez steven johnson estão entre os que nos traduzem, interpretam e divulgam as novidades.

o curioso dessa última parte da entrevista com danah boyd é ela considerar que sua atividade como blogueira foi mais importante que a pesquisa em si para torná-la uma celebridade no mundo das mídias sociais.

não é que a pesquisa dela não seja interessante ou relevante. a pesquisa dá utilidade específica a ela como palestrante, como acadêmica requisitada para dar entrevistas.

mas ela fala de como ela usa o instrumental de conceitos principalmente vindos da academia para discutir temas de interesse popular como política e comportamento, basicamente ela comenta o mundo, as coisas que chamam sua atenção. isso e o blog foram seu holofote.

ela também avalia desvantagens e benefícios dessa super-exposição.

how danah boyd became a 'scholar celebrity' and how that affects her life from juliano spyer on Vimeo.




Entrevista boyd: Orkut não tinha valor para Google até ser invadido por brasileiros

acompanhei a invasão brasileira do orkut. me sentia orgulhoso pela idéia que teríamos de certa forma subvertido os planos de expansão do google no campo das redes sociais.

danah boyd trabalhava como pesquisadora no google justamente nesse período, por isso, tive a oportunidade de perguntar como esse processo tinha sido vivido da perspectiva de lá.

afinal, me lembro, circulavam boatos dizendo que os norte-americanos contra-atacavam na moita, dificultando de todas as maneiras o crescimento da presença brasileira.

justaente por esse motivo houve uma febre de mudança de país de origem nos perfis. e honestamente não sei até que ponto isso faz sentido na medida em que você detecta a origem do acesso pelo endereço do IP. sei lá.

mas descobri que na verdade o orkut quase não recebeu a chancela de produto Google, inclusive ele nem leva o nome da empresa no nome. para a minha surpresa, foi o interesse gerado no brasil e na índia que fizeram o google reconsiderar.

e também foi esclarecedor ouvi-la falar que o google não entende de mídias sociais, que todas as start-ups promissoras compradas ficaram de lado, como Blogger, Dodgeball, entre outras.

Assista!

How was it for Google to see Orkut taken over by Brazilians from juliano spyer on Vimeo.




Entrevista boyd: Trajetória pessoal e profissional da 'sacerdotiza das redes sociais'

Sempre disse que o que torna especialmente relevante a pesquisa de danah boyd sobre redes sociais é o fato dela ser íntima desses ambientes.

mas eu simplificava isso dizendo que de alguma forma ela pesquisava a si mesma, que era uma tentativa dela se explicar e se entender.

nesta parte da entrevista ela junta os pontos, da adolescente que fugia pela internet de sua casa e de sua escola, passando pela universitária que estudou ciência da computação, para a pesquisa sobre padrões em ambientes sociais, até desembarcar na sociologia e na antropologia.

em resumo, era isso mesmo, mas é muito mais.

how danah boyd became an anthropologist studying teens using social network sites from juliano spyer on Vimeo.




Por que o Brasil é tão respeitado pelos gurus da internet? Conversa com José Murilo Junior

No Digital Age me chamou a atenção que Lessig e danah boyd tivessem falado tantas vezes e com tanta ênfase da importância do Brasil no cenário internacional em favor da defesa da cultura aberta, sem tantas restrições como as que são impostas pelas leis de direitos autorais hoje.

Aproveitei um papo via messenger com o José Murilo Junior - que é um dos evangelistas do governo federal nessa área, e que trabalha no MinC e acompanhou de perto o trabalho do Gil nesse âmbito, além de ter viajado muito trocando experiências pelo mundo - para perguntar até que ponto essa opinião sobre o Brasil era deslumbre e em que medida é uma percepção consistente.

A conversa foi rápida, mas elucidativa na medida em que me senti seguro de que o ex-ministro Gil sabia do que estava falando quando se referia à ética hacker, inclusive porque essa ética está intimamente relacionada ao projeto artístico de canibalismo cultural lançado pelos Modernistas e recuperado nos anos de 1960 pelos Tropicalistas.

Enfim, quem quiser, leia e tire suas conclusões.




Syndicate content